Skip to content

SUBSTÂNCIA ENCONTRADA EM FIBRAS REDUZ QUANTIDADE DE GORDURA ABSORVIDA E EMAGRECE

Um novo método que pode levar a redução de gordura absorvida pelo intestino está sendo testado nos Estados Unidos (EUA).

Pesquisadores da Universidade Tecnológica de Nanyang e da Universidade de Harvard afirmam que a adição de nanocelulose aos alimentos dos animais reduziu significativamente a quantidade de gordura ingerida que chegou à corrente sanguínea.

De acordo com o estudo, a nanocelulose pode ser uma ajuda valiosa na luta global contra a obesidade. O material é obtido através de matéria vegetal e, devido a isso, considerado seguro. São fibras de celulose com um diâmetro 100 vezes menor do que a de um cabelo humano.

Segundo a pesquisa, a nanocelulose se liga e aprisiona os triglicerídeos, os impedindo de serem quebrados em ácidos graxos, que são suficientemente pequenos para serem absorvidos pelo intestino delgado e ir para a corrente sanguínea.

Enquanto menor a quantidade de gordura ingerida, menor a gordura disponíveis para ser depositada nas reservas.

 

O estudo

Os ratos que foram alimentados com nata contendo nanocelulose, tiveram redução de 35% na quantidade de gordura absorvida pelo corpo. Os estudiosos acreditam que com mais nanocelulose na alimentação, menor seria a absorção de gordura. ”Sabemos há muito tempo que a fibra na dieta tem benefícios positivos para a saúde, mas o que mostramos agora é que, em experimentos com animais, as fibras na nanoescala são muito mais eficazes na redução da absorção de gordura do que na forma a granel”. disse o professor associado Ng Kee Woei, engenheiro biomédico e cientista de materiais na Universidade Tecnológica de Nanyang ao site Bariatric News.

 

Obesidade no mundo

A obesidade já é considerada um problema de saúde mundial. De acordo com as estimativas, caso o número de obesos continue crescendo conforme o ritmo atual, um quinto da população será obesa até 2025.

A associação entre o aumento do IMC e o risco de doenças crônicas graves, como diabetes, problemas cardíacos e câncer, tornou o combate a obesidade uma prioridade médica.

 

Obesidade no Brasil

O número de obesos no Brasil cresceu 60% em 12 anos, de acordo com Ministério da Saúde. 18,9% das pessoas das capitais brasileiras, com mais de 18 anos, sofrem com a obesidade.

Referência:  “Reducing Intestinal Digestion and Absorption of Fat Using a Nature-Derived Biopolymer: Interference of Triglyceride Hydrolysis by Nanocellulose

(https://pubs.acs.org/doi/pdf/10.1021/acsnano.8b03074#)”, foi publicado na ACS Nano, em julho de 2018.